Calvície Grau 5: qual a solução?

A queda de cabelo é uma condição que pode ocorrer em diferentes graus e áreas do couro cabeludo. Considerada um nível avançado do problema, a calvície grau 5 é caracterizada por áreas calvas que se tornam cada vez mais extensas.

Se você está apresentando um nível acentuado de queda capilar e deseja saber se está no grau 5, continue acompanhando. Vamos trazer informações úteis sobre os níveis de calvície, causas e tratamento.

O que é calvície?

A calvície, também conhecida como alopecia, é uma condição na qual o ciclo de crescimento dos cabelos é interrompido. Assim, ocorre a queda sem que novos fios nasçam em seguida, resultando em uma ou mais áreas calvas.

É mais comum em homens, mas também pode ocorrer nas mulheres. Embora não gere nenhum tipo de prejuízo para a saúde física, pode comprometer a autoestima e o bem-estar, impactando os relacionamentos, a carreira e outras áreas da vida.

Quais as causas da calvície?

A calvície pode ter diferentes causas, com destaque para fatores genéticos, hormonais, nutricionais, efeitos colaterais de medicamentos, estresse e condições médicas subjacentes. Saiba mais!

Fatores genéticos: a predisposição genética desempenha um papel significativo na calvície. Uma pessoa com histórico familiar de queda de cabelo tem mais probabilidade de desenvolver o problema.

Desequilíbrios hormonais: alterações nos níveis de hormônios, como a testosterona, podem desencadear a calvície. Nos homens, a di-hidrotestosterona (DHT) é um fator-chave para o enfraquecimento dos folículos capilares, levando à perda de cabelo.

Nutrição deficiente: a deficiência de certos nutrientes essenciais, como ferro, zinco, vitamina C e proteínas, pode contribuir para a queda de cabelo.

Efeitos colaterais de medicamentos: certos medicamentos, como os usados ​​para tratar câncer, pressão alta, depressão e outros, podem ter a queda de cabelo como efeito colateral. 

Estresse: o estresse físico e emocional pode desencadear a queda temporária de cabelo, conhecida como eflúvio telógeno.

Condições médicas subjacentes: algumas condições de saúde, como doenças da tireoide, alopecia areata, síndrome do ovário policístico (SOP) e diabetes, podem contribuir para a queda de cabelo.

Traumas físicos: traumas sofridos no couro cabeludo, que arrancam os fios à força, podem prejudicar o crescimento. Alguns exemplos incluem: tração, pancadas na cabeça e a tricotilomania (transtorno psicológico que gera o impulso incontrolável de arrancar os cabelos).

Quais os níveis de calvície?

Os graus de calvície masculina são uma forma de classificar os diferentes estágios da queda de cabelo.

Esse parâmetro, chamado de escala de Norwood-Hamilton, foi desenvolvido na década de 1950 pelo médico James Hamilton, sendo posteriormente complementada por outro especialista, O’Tar Norwood.

Saiba mais sobre cada um dos níveis a seguir e descubra qual o maior grau de calvície.

Nível 1

No nível 1 não há uma grande perda ou recuo na linha frontal do cabelo. O que ocorre é o indivíduo notar uma perda do volume, mas nada significativo.

Nível 2

O estágio 2 ocorre quando começa a surgir um recuo leve na linha frontal do cabelo ao redor das têmporas, as laterais da cabeça. Alguns chamam esse nível de linha fina adulta ou madura.

Nível 3

É quando você começa a notar sinais mais claros de calvície. A linha do cabelo recua bastante nas têmporas, adquirindo um formato semelhante às letras M, U ou V. As áreas que recuaram estão bem menos cobertas de cabelo.

Nível 4

No nível 4, a recessão da linha do cabelo se mostra mais intensa que no estágio 2. Na parte de cima da cabeça há pouquíssimo ou nenhum cabelo.

As duas áreas de queda são separadas por uma faixa de cabelo que ainda conecta o restante dos fios nas laterais.

Nível 5

As áreas sem cabelo estão maiores que no estágio anterior. Continuam separadas, mas a faixa de cabelo entre elas está mais fina e tem menos fios.

Nível 6

No nível 6, as áreas calvas das têmporas se juntam com a área calva no topo da cabeça. A faixa de cabelo da parte de cima some ou fica bem fina.

Nível 7

O nível 7 é o estágio mais avançado da queda de cabelo. Nele, resta apenas uma faixa de cabelo nas laterais da cabeça. Geralmente, essa área não é muito densa e pode ficar bem rala com o passar do tempo.

Com qual idade a calvície estabiliza?

De maneira geral, as pessoas que apresentarão a calvície começam a perder os fios em torno dos 20 anos. A partir dessa idade, o estágio vai avançando até por volta dos 35 anos, quando a queda começa a se estabilizar.

Aqueles que chegam aos 40 anos sem apresentar grandes níveis de queda capilar possivelmente não ficarão calvos. Afinal, trata-se de um período no qual os níveis de testosterona começam naturalmente a cair.

A partir dos 50 anos, os fios tendem a afinar, mas não por questões ligadas à calvície e sim ao envelhecimento.

Qual o tratamento de calvície nível 5?

Se você já se perguntou se é possível vencer a calvície, saiba que sim! Apesar de não existir cura, pois não se trata de uma doença, é possível tratar o problema e recuperar o crescimento dos fios.

Existem dois tipos de abordagem principais para tratar a queda de cabelo: clínica e cirúrgica. Para os pacientes que já estão apresentando a calvície nível 5 o transplante se mostra como a opção mais eficaz.

O procedimento é bastante simples: são retirados folículos capilares de áreas do couro cabeludo do paciente onde o crescimento continua normal. Lembrando que no grau 5 ainda há áreas significativas para a doação. 

Em seguida, os folículos saudáveis são implantados nas áreas calvas e, após alguns meses, crescem naturalmente. Assim, o paciente consegue resgatar sua autoestima e autoconfiança, tendo liberdade para cortar e estilizar seus cabelos como preferir.

Transplante capilar de excelência é na Stanley’s Hair. Marque já!

Conclusão

Além de conhecer os diferentes níveis de calvície, é importante buscar um médico especializado para obter o tratamento adequado.

Em se tratando da calvície grau 5, o transplante capilar surge como uma opção eficaz para restaurar os fios perdidos, pois oferece resultados naturais e duradouros.

Se você está enfrentando a calvície e deseja uma solução, procure a orientação de um especialista. E lembre-se, cuidar da saúde do seu cabelo vai além da estética, é também um investimento em sua qualidade de vida.

TRABALHE CONOSCO

Preencha abaixo com suas informações

Simulação de Financiamento