Tipos de Calvície: quais causas, tratamentos e soluções!

A queda de cabelo é um distúrbio causado pela interrupção do ciclo de produção de cabelo, que pode acontecer em todo o couro cabeludo ou em partes dele. Existem diferentes tipos de calvície, que variam conforme a causa e outras particularidades.

Entender qual o tipo de calvície é o primeiro passo para definir o tratamento mais adequado para cada caso. Continue acompanhando para saber quais são eles, suas causas e tratamentos.

O que é a calvície?

A calvície é uma condição que impacta não apenas a aparência, mas também a autoconfiança. Afinal, os cabelos são parte importante da imagem de uma pessoa e, consequentemente, da sua identidade.

Também conhecida como alopecia, a calvície é o processo progressivo de perda de cabelo que afeta homens e mulheres em diferentes graus. No entanto, a ocorrência entre eles é mais comum, acometendo cerca de 50% da população masculina.

Para entender a calvície, imagine os folículos capilares como pequenas fábricas que produzem cabelo. Por algum motivo, essas fábricas começam a ter sua eficiência reduzida, produzindo fios cada vez mais finos e curtos.

O processo continua até a produção de cabelo em certas áreas do couro cabeludo parar por completo. Por mais desafiadora que essa situação pareça, é importante reconhecer que a calvície é uma condição comum e que existem diversos recursos para tratá-la.

Quais as causas da calvície?

A calvície pode ter tanto causas internas quanto externas, ou seja, geradas através de hábitos e comportamentos. Confira, a seguir, as causas mais comuns:

  • Fatores genéticos;
  • Certas condições de saúde, como anemia, hipotireoidismo, diabetes, hipertensão etc.;
  • Alterações hormonais, principalmente as relacionadas à testosterona, presente em maior quantidade nos homens;
  • Alimentação pobre em nutrientes importantes para o fortalecimento da estrutura capilar;
  • Traumas no couro cabeludo, como queimaduras, cortes e outros;
  • Uso inadequado de produtos químicos nos cabelos.

Quais os tipos de calvície?

Conheça os principais tipos de calvície e entenda como se manifestam.

Alopecia areata

A alopecia areata é uma condição em que ocorre a perda de cabelo em áreas específicas do couro cabeludo. Geralmente, se manifesta em pequenas áreas circulares, mas em alguns casos pode progredir para uma perda mais extensa de cabelo.

Acredita-se que a causa da alopecia areata envolva uma resposta autoimune, na qual o sistema imunológico ataca erroneamente os folículos capilares.

Alopecia difusa

A alopecia difusa é caracterizada pelo afinamento dos fios. Ao contrário da alopecia areata, onde as áreas de queda são localizadas, na difusa, a perda de cabelo é distribuída de forma mais generalizada.

Essa condição pode ser causada por diferentes fatores, incluindo estresse, deficiências nutricionais, alterações hormonais, efeitos colaterais de medicamentos ou condições médicas subjacentes.

Alopecia androgenética

A alopecia androgenética é a forma mais comum de calvície, sendo influenciada pela genética e pelos hormônios androgênicos.

Nos homens, se manifesta como uma perda de cabelo progressiva na região frontal e no topo da cabeça. Nas mulheres, geralmente causa um afinamento difuso dos cabelos na parte superior da cabeça, preservando a linha frontal do cabelo.

Alopecia total

A alopecia total é uma forma mais extrema de calvície, caracterizada pela perda completa de cabelo no couro cabeludo. Nessa condição, os cabelos, além dos cílios, sobrancelhas e outros pelos corporais, em alguns casos, podem ser perdidos.

Calvície cicatricial

A calvície cicatricial é uma forma menos comum de perda de cabelo que ocorre quando os folículos capilares são destruídos e substituídos por tecido cicatricial. Pode ser causada por diferentes condições inflamatórias, como doenças autoimunes, infecções ou lesões.

A perda de cabelo na calvície cicatricial geralmente é permanente, pois os folículos capilares se tornam incapazes de regenerar em meio ao tecido cicatricial.

Como saber o grau da calvície?

Existe uma escala chamada Norwood-Hamilton utilizada para identificar o grau da calvície, observe:

Grau I: leve perda de cabelo nas entradas.

Grau II: perda de cabelo mais acentuada nas entradas.

Grau III: perda de cabelo nas entradas e na coroa da cabeça.

Grau IV: perda de cabelo significativa na coroa da cabeça.

Grau V: perda de cabelo avançada na coroa da cabeça e nas entradas.

Grau VI: perda de cabelo quase completa na coroa da cabeça e nas entradas.

Grau VII: calvície completa.

É importante destacar que a escala de Norwood-Hamilton é apenas um guia geral para identificação do grau de calvície. Um médico especializado poderá fornecer um diagnóstico mais preciso e individualizado.

Quais tratamentos para calvície?

Existem várias soluções disponíveis para lidar com a calvície, indo desde tratamentos tópicos e medicamentos orais até procedimentos mais avançados, como transplante capilar. Acompanhe!

Medicamentos tópicos e orais

Existem medicamentos de uso tópico e oral que podem ajudar a tratar certos tipos de calvície. Dois exemplos comuns são a Finasterida e o Minoxidil.

No entanto, é sempre importante destacar que o uso deve ser feito sob orientação médica. Afinal, apenas o médico poderá identificar se a medicação poderá ser usada, definindo também a dosagem e as formas de uso.

Laser

A terapia a laser de baixa intensidade, também conhecida como LLLT (Low Level Laser Therapy), envolve a exposição do couro cabeludo a um laser nas condições indicadas pelo nome do tratamento. Seu objetivo é estimular a atividade celular nos folículos capilares e promover o crescimento do cabelo.

PRP (Plasma Rico em Plaquetas)

O procedimento PRP, sigla para plasma rico em plaquetas, envolve a extração do próprio sangue do paciente, que é então processado para concentrar as plaquetas. Em seguida, é injetado no couro cabeludo para estimular a regeneração celular e promover o crescimento do cabelo.

Transplante capilar

Para quem busca um tratamento com maior índice de efetividade, o transplante capilar é a melhor opção. Trata-se de um procedimento cirúrgico no qual folículos capilares saudáveis são transplantados de áreas do couro cabeludo onde o cabelo é mais denso para onde ocorreu a perda de cabelo.

O transplante pode oferecer resultados duradouros e naturais, por isso é cada vez mais procurado, especialmente pelos homens. Segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar, somente em 2022 foram realizados 703 mil procedimentos em todo o mundo.

Como a Stanley’s Hair pode te ajudar nos vários tipos de calvície?

Se você sofre com a calvície e está buscando uma forma efetiva de tratamento, conte com a Stanley’s Hair, a número 1 em transplante capilar na América Latina!

Oferecemos um programa capilar de alto padrão, o IFUEMAX. São 18 meses de acompanhamento, com a quantidade máxima de fios e resultado natural. Acesse nosso site e saiba como a Stanley’s Hair pode te ajudar na sua calvície!

TRABALHE CONOSCO

Preencha abaixo com suas informações

Simulação de Financiamento