Calvície tem cura? Entenda mais sobre o tema!

Será que a calvície tem cura? Essa é uma pergunta que milhões de pessoas que sofrem com a queda capilar se fazem. Se você tem essa dúvida, continue a leitura para conferir a resposta e saber mais sobre a condição.

Entenda o que é a calvície, os tipos, causas, tratamentos e mais! Lembre-se que a busca pela informação é essencial para encontrar a melhor solução para o seu caso. Vamos começar?

O que é calvície?

A calvície, também chamada de alopecia, é uma condição caracterizada pela queda de cabelos, que pode ocorrer em diferentes padrões, como, por exemplo, em círculos ou áreas do couro cabeludo.

Embora também possa se manifestar em mulheres, os homens são maioria devido a relação entre a queda capilar e a testosterona. Para se ter uma ideia, um a cada dois homens são afetados pela calvície no mundo, em mulheres a proporção é de uma a cada cinco.

Calvície tem cura Entenda mais sobre o tema!

Quais os tipos de calvície?

Existem diferentes tipos de calvície masculina e feminina, afinal, a condição se manifesta de maneiras diversas. Veja a seguir quais são os tipos mais comuns.

Alopecia areata

O termo areata significa irregular. Esse tipo de calvície recebe esse nome exatamente pela irregularidade da queda, que costuma ocorrer em círculos em diferentes áreas do couro cabeludo e da barba, além de pelos de outras partes do corpo. 

Alopecia androgenética

Também conhecida como calvície de padrão masculino, a alopecia androgenética pode afetar tanto homens como mulheres, em diferentes graus. Como o nome indica, ocorre através de fatores genéticos, sendo herdada através dos pais.

A queda dos fios acontece gradativamente, começando na região das chamadas “entradas”, na linha frontal dos cabelos, e no topo da cabeça.

Saiba se calvície tem cura

Alopecia traumática

A alopecia traumática se manifesta após alguma lesão ocorrer no couro cabeludo, comprometendo a saúde dos folículos capilares.

Algumas situações capazes de resultar na condição incluem a tricotilomania, transtorno psicológico que leva o paciente a arrancar os fios, pancadas e outros tipos de trauma na cabeça.

Eflúvio telógeno

O eflúvio telógeno é também conhecido como alopecia difusa, pois o enfraquecimento e queda dos fios ocorre de modo espalhado ao longo do couro cabeludo, sem apresentar algum tipo de padrão. Nesse caso, não ficam áreas totalmente calvas e sim com cabelo ralo e fino. 

Quais as causas da calvície?

A calvície pode ter diferentes origens, que variam conforme o tipo. Veja, a seguir, o que causa calvície no homem e na mulher.

Genética: a herança genética desempenha um papel significativo na predisposição à calvície. Se um ou ambos os pais sofrem de queda de cabelo, as chances de uma pessoa enfrentar o problema aumentam consideravelmente.

Hormonal: desregulações hormonais podem desencadear a perda de cabelo. Em homens, a presença excessiva de di-hidrotestosterona (DHT), esteroide ligado à testosterona, pode encurtar o ciclo de vida dos folículos capilares, levando à sua diminuição e posterior queda.

Estresse: situações estressantes podem desencadear a perda temporária de cabelo, conhecida como eflúvio telógeno. Embora geralmente reversível, períodos prolongados de estresse intenso podem levar a uma perda de cabelo crônica.

Doenças e condições médicas: certas condições médicas, como doenças autoimunes, distúrbios da tireoide e deficiências nutricionais, podem contribuir para a perda de cabelo.

Calvície tem cura?

Muitos se perguntam sobre a cura da calvície, mas na realidade não há cura porque não se trata de uma doença e sim de um distúrbio que, como vimos, pode ter causas genéticas, hormonais, externas e relacionadas a condições médicas.

Mas será que é possível vencer a calvície? A resposta é sim! Existem diferentes formas de tratamento, indicados conforme o quadro de cada paciente.

Qual tratamento para calvície?

Existem dois tipos de abordagens mais utilizadas atualmente para tratar a calvície, sendo elas o tratamento clínico e cirúrgico.

Tratamento clínico para calvície

O tratamento clínico é aquele feito através de intervenções não cirúrgicas, como uso de medicamentos e outros procedimentos.

Em se tratando de tratamento para calvície, existem casos onde são indicados medicamentos orais ou de uso tópico. Dependendo do quadro do paciente, eles podem ajudar, mas não há garantia de bons resultados.

Antes de se perguntar “qual o melhor produto para calvície masculina?”, é necessário procurar um médico especializado para fazer uma avaliação e, então, entender se existe algum medicamento indicado para o seu caso.

Transplante capilar

O transplante capilar é a opção de tratamento que oferece um resultado duradouro e natural. Não à toa, somente em 2021 foram realizadas 703 mil cirurgias de restauração capilar no mundo, segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar.

A maioria das pessoas que buscam essa forma de tratamento sofrem com a calvície devido a fatores genéticos. Isso significa que os tratamentos clínicos não são capazes de solucionar, sendo o transplante a melhor escolha.

Hoje, existem técnicas avançadas que utilizam folículos do próprio paciente, retirados de uma área doadora do próprio couro cabeludo. Em seguida, eles são implantados nas áreas calvas e, em alguns meses, voltam a crescer.

Por que fazer transplante capilar?

Confira os principais motivos que levam milhares de pessoas a buscarem o transplante capilar para resolver seu problema de calvície.

Recuperação da autoconfiança: a calvície afeta significativamente a autoconfiança e a autoestima. Assim, o transplante ajuda a restaurar a plenitude e a densidade capilar, resultando no aumento da confiança.

Solução permanente: ao contrário de tratamentos temporários, o transplante capilar oferece uma solução duradoura para a perda de cabelo. Uma vez realizado com sucesso, os folículos transplantados tendem a crescer de modo natural e permanente.

Resultado natural: as técnicas mais avançadas de transplante capilar permitem que os cabelos transplantados se misturem perfeitamente com os preexistentes, proporcionando um resultado natural e sem cicatrizes visíveis.

Baixa manutenção: uma vez que os cabelos transplantados começam a crescer, eles requerem pouca manutenção adicional. Você poderá estilizá-los, cortá-los e tratá-los da mesma forma que faria com seu cabelo natural.

Procedimento seguro e avançado: através de avanços na medicina, os procedimentos de transplante capilar se tornaram extremamente seguros, eficazes e com rápida recuperação.

Custo-benefício: embora o investimento possa parecer significativo em um primeiro momento, considerar o custo-benefício a longo prazo pode tornar o transplante capilar uma opção econômica.

Transplante capilar de excelência na Stanley’s Hair. Marque já sua avaliação!

Conclusão

Embora muitos se perguntem se a calvície tem cura, é importante entender que não se trata de uma doença a ser curada, mas sim de um distúrbio que pode ser tratado de maneira eficaz. 

Entre as opções de tratamento, o transplante capilar se mostra uma solução duradoura e eficaz. Além de restaurar a densidade capilar e oferecer um resultado natural, representa um investimento na autoestima e no bem-estar.

TRABALHE CONOSCO

Preencha abaixo com suas informações

Simulação de Financiamento